Páginas

terça-feira, 31 de maio de 2011

31 de Maio e o Fumo? [Grateful Dead]


"Assim que escrevia essa narrativa sobre o fumo, lembrei-me da banda Grateful Dead, estes estadunidenses, se valeram do nome da banda traduzido literalmente, "morto agradecido", de um conto do folclore inglês que narrava um viajante ao chegar em uma vila que depara-se com um cadáver, que há dias está em decomposição ao público do local e nada fazem, pois o mesmo em vida estava cheio de dívidas. O viajante toma a iniciativa de enterrá-lo e pagar as dívidas do mesmo e segue viagem quando é salvo misteriosamente, o viajante acredita ser o espírito do "morto agradecido"  [foi ai que lembrei da capa onde a banda usava um esqueleto fumante, paradoxal]


Dia 31 de maio foi designado Dia Mundial de Combate ao Fumo pelo Ministério da Saúde em reconhecimento à luta brasileira em combate ao tabagismo..[luta, combate], parece que estamos em um ringue, mas a metáfora é séria.
A cada dia cem mil jovens começam a fumar, a maioria em países pobres. Autoridades no assunto revelam que o tabagismo já é considerado doença pediátrica, uma vez que o vício começa cada vez mais cedo. As estatísticas mostram que são três milhões de fumantes de cinco a dezenove anos.
O indício de vício já acontece na primeira tragada, dizem os especialistas, e o Instituto Nacional do Câncer revela que a nicotina, princípio ativo no cigarro, age no sistema nervoso e chega ao cérebro em sete segundos, muito mais rápido do que outras drogas. [sem falar no alcatrão, monóxido de carbono, formol, amônia, naftalina, acetona, pólvora, xileno, fósforo, cádmio, acetato, methoprene, quer mais?].
Nas campanhas de combate ao fumo, o melhor seria dizer: "não comece a fumar". Infelizmente não é o que acontece e muitas crianças e jovens espelham-se nos pais e na sociedade, [não generalizo], o exemplo para serem os futuros fumantes.
Muitos adolescentes que são orientados por especialistas, procuram no esporte a saída para o vício, esta é a mais comum. Porém, há a necessidade de um maior investimento na orientação e educação, e que se faça a observação de que a nicotina funciona como um spray, pulverizando esta substância venenosa em todos os órgãos do corpo e não só no sistema cárdio-respiratório como é de costume informar.
Além de investimentos na educação, deve haver um aumento considerável no preço do cigarro e, sim um artigo de luxo danoso à saúde sua e minha,  a aplicação dos tributos devem retornar em programas de saúde e educativos.
A comunidade brasileira está movimentando-se nas campanhas anti-fumo, a Noruega foi o segundo país a proibir de vez o fumo, o primeiro foi a Irlanda e muitos outros estão impondo seus limites ao tabagismo. Apostemos nossas fichas, ou seria nossas vidas?

domingo, 29 de maio de 2011

Sapatinhos da Dorothy pelo Mundo



Olá, amigos queridos desse blog, acabamos de fazer 1 mês e alguns dias de aniversário do Sapatinhos da Dorothy, nossa intenção é pura e simplesmente levar leitura ao nosso leitor, e este é o melhor presente que podemos oferecer para contribuir com a cultura.
Agradecemos, pois, todos que nos visitam, todos que comentam, que colaboram com o blog. Nossa maior surpresa é que, estatisticamente comprovado, somos lidos no Brasil de dimensões continentais e também nos Estados Unidos, Alemanha, Portugal, Espanha, Panamá e Angola. Somos imensamentes gratos aos que gostam de leitura, de música, de viagens. Se você tem alguma sugestão para postarmos aqui no blog, envie para pingobentinho@gmail.com
Grande Abraço,

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Passeio ao Parque da Malwee


Olá a todos visitantes. A dica de passeio de hoje é o Parque da Malwee em Jaraguá do Sul, com um milhão e meio de metros quadrados, pouco?
Há dois caminhos para chegar partindo de Blumenau, um por Massaranduba, onde você precisa passar pela cidade de Jaraguá, o outro por Pomerode, que eu particularmente prefiro, pois não precisa atravessar a cidade. E o acesso ao parque fica na divisa com Pomerode, bem indicado por placas, ambos os caminhos levam cerca de 45 minutos para chegar.
A entrada ao parque é gratuita e livre para todos os visitantes, funcionários ou não da Malwee. A grandeza do parque observa-se já de entrada e você pode fazer o passeio, se preferir, de carro, pois há estradas contornando todo o mesmo. Passeio exclusivamente para ser feito em um dia de sol maravilhoso, e aproveitar todos espaços que o parque oferece.



O Parque da Malwee possui várias lagoas, muita natureza, com diversas plantas e flores, quiosques para fazer lanches ou até um belo churrasco (os quiosques são ocupados por quem ir chegando), dois restaurantes (1 típico alemão), ginásio de esportes, pista para caminhada e bicicleta rodeando todo o complexo do parque.



Durante o percurso com o carro, existem várias paradas com praças e estátuas contando a história do parque e exibindo arte.



Ótimo passeio para um contato com a natureza, piquenique e já citado, um churrasco. Vale a dica novamente: observar o lugar quando chegou para deixá-lo intacto novamente, a natureza agradece e os próximos visitantes também.


Maiores informações no site:
Como as férias estão se aproximando as próximas dicas serão de viagens.
Um abraço e até lá.
Giovani Puff

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Fonte de Vida [The Fountain]

Quem assistiu ao filme Fonte de Vida, do diretor Darren Aronofsky, o mesmo de Cisne Negro, com Rachel Weisz e o Hugh Jackman, lembra que a narrativa acontece em três planos, no presente [ele médico cientista que busca a cura da esposa], no passado [nas memórias das personagens em plena Espanha do século XVI] e no futuro quando o mesmo personagem de Jackman é viajante no espaço como um astronauta em pleno século XXVI. Os três momentos se interligam e as personagens são as mesmas. Tudo se converge na narrativa, inclusive a procura em desvendar os mistérios entre a vida e a morte e o renascimento.
Mas o que quero registrar mesmo é uma das músicas do filme, belíssima e com tons trágicos, assim como pede a história. Em princípio acreditei ser um amontoado de pessoas com vários instrumentos ecoando a magia das notas musicais, mas não!, o dono da canção é de uma simplicidade que fica um hiato aqui [   ] Lennon Aldort dedilha Death is the Road to Awe ao piano, ora delicadamente e simplista, ora trágico e rebuscado e ligeiramente, que se eu não o visse ali ao piano defronte à janela não acreditaria, e isso é para poucos, eu diria para os gênios. Pode ser que a melodia seja triste, mas como citei, a canção é trágica, só vendo para crer que pessoas tão habilidosas sejam tão jovens, é quase impossível de acreditar. Bom, mas essa é minha ótica. E a sua?, apenas não pare na metade, surpreenda-se!


terça-feira, 24 de maio de 2011

O Mistério do Autor e da Obra

Não generalizo, veja bem, mas muitos estudiosos da literatura esquecem ou ignoram que o autor seja humano, declarando que tudo trata-se de ficção ou biografia. A modernista Clarice Lispector em entrevistas dizia: "Narrar é narrar-se".
Se por um lado o autor de fato faz ficção, por outro desnuda-se de alma e cotidiano, deixando transparecer uma ou outra ideia do que poderia ser a realidade do mesmo. Já a grande maioria dos autores não falam, ou melhor, preferem usar a velha conhecida: " qualquer semelhança é mera coincidência".
Os críticos, os estudiosos da área devem ter a liberdade de fazer suas pesquisas de qualquer obra ou autor e ai entra explorar suposições, coletar dados, hipóteses até absurdas, tudo é válido no campo científico onde a premissa é o erro e o acerto, o erro e o acerto, certo?, mas é imprescindível que reflitam sob este aspecto do autor ainda ser "humano" e de ser muitas vezes seu próprio personagem. Não aceitar a ideia de que o autor narre sua própria vida, vez ou outra seus costumes e etc., é comprometer os avanços de estudos literários e, [poderia dizer o mesmo no campo das artes, diga-se mestres da pintura, mas ai é um outro departamento]  possivelmente não olhar para o autor como um "todo", fazê-lo fragmentado ou ainda prendê-lo em departamentos, ou seja, o autor pode deixar de existir e restar a obra ou o contrário, matamos a obra e falamos somente do autor.
Sem dúvida o ser humano é dual, é como o sol e a lua, ora tem seu lado obscuro [dark side of the moon, Pink Floyd que o diga!], ora é luminoso e mostra-se em sua totalidade.
Lembremos a vida de Gustave Flaubert e sua Madame Bovary, a Ema, protagonista que causou escândalo e custou processo judicial ao autor porque atacava a moral burguesa da época, e logo para a defesa do autor/réu, Flaubert usou a morte de Ema como recurso em sua própria defesa. E nos seus discursos dizia a máxima: "Ema sou eu", reforçando assim a ideia do autor/personagem.
"Há muitos mistérios entre o céu e a terra do que diz nossa vã  filosofia", disse o sábio dramaturgo inglês William Shakespeare, inventor do humano. E é nessas palavras que se inspirou Clarice Lispector, peço desculpa ao leitor por usar tanto a Clarice, mas ela disse, desculpe ai também a rima, voltamos ao que disse Clarice, ops, o texto insiste! Vou direto, Lispector registrou: "Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento". Talvez por ser tão descomplicada Lispector era vista como inatingível e, aqueles olhos verdes marítimos assustavam ,é verdade, justamente em razão de muito silêncio e de sua incrível lucidez.
Diante do que foi exposto aqui creio que a possibilidade de ser autor, de ser humano retratado nas personagens é o que faz da escrita a grande arte. E fazer análises sobre a vida ou a obra de autores é mesclar a vida e a arte, pois é algo inconcebível de ser visto separadamente.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Para o Dia Especial Ser Lembrado...

"Como a estrela da manhã e como uma rosa que floresce em um jarro, a luz é a mesma e o Amor não tem fim"

Para 22 anos...
De muito Amor!♥
De muito Carinho!♥ ♥
De muita Compreensão!♥ ♥ ♥
De muito Companheirismo!♥ ♥ ♥ ♥
De muitos Passeios!♥ ♥ ♥ ♥ ♥
De muitas Viagens!♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
De muito Cinema!♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
De muitos Beijos!♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
Mas, é Pouco
Queremos muito mais!!!♥ ♥ ♥

domingo, 15 de maio de 2011

"DON'T LET ME BE MISUNDERSTOOD"

Esta canção nasceu em 1964 escrita por Benjamin, Caldwell e Marcus, na voz e piano Nina Simone, o estilo soul jazz ficou imortalizado no disco Broadway Blues Ballads.  
Em seguida a banda The Animals regravou o single  no estilo rock. Em 1977 sugiria uma nova versão, nova em muitos sentidos, pois o grupo Santa Esmeralda com sua performance latina, cheia de salsa, com arranjos em flamenco e um jogo de cintura ao sabor da disco fez o hit saltar para o topo da Bilboard e lá ficar por muito tempo. Mas não pensem que a versão latina foi esquecida, assim que Quentin Tarantino jogou nas telas, em 2003, Kill Bill Vol.1, lá estava Dont´n Let Me Be Misunderstood. A música teve várias versões na voz de Joe Cocker, Cyndi Lauper, Elvis Costello, The Moody Blues, No Mercy, The Killers e tantos outros.
Fico aqui com Nina Simone sem legenda, as imagens falam por si.




E divirta-se com Santa Esmeralda, pois Quentin Tarantino tem bom repertório sempre! E um retrô é bom demais...



sexta-feira, 13 de maio de 2011

Lavoura Arcaica


Um livro polêmico e sutilmente apimentado pela eterna dúvida entre o corpo e a alma, Lavoura Arcaica, romance de Raduan Nassar, publicado pela Companhia das Letras, 1975, revela as verdades e conflitos humanos através das personagens André e Ana, irmãos, protagonistas deste romance.
O texto é narrado em primeira pessoa por André ao longo das 196 páginas, divididos em trinta capítulos e dois subtítulos: A Partida e O Retorno, adornados com epígrafes de Jorge de Lima e do Alcorão.
Raduan Nassar é controverso, ao longo de sua escrita literária estão, além do romance Lavoura Arcaica, a novela Um Copo de Cólera (1978) e o livro de contos Menina a Caminho (1997), todos aclamados com grande êxito literário. O autor, nascido em São Paulo, de origem libanesa, cursou Letras, Direito e Filosofia, atuando em diversas atividades. Mas, é na literatura que Nassar é lembrado.
Lavoura Arcaica não é só prestigiado no Brasil, já que ganhou um Jabuti e um prêmio da Academia Brasileira de Letras, mas também na Espanha e na França. Infelizmente o autor desistiu da literatura e escondeu-se na figura de homem do campo
Raduan Nassar faz da linguagem do romance o elo de ligação entre uma narrativa pesada, conturbada, conflitante, mas cheia de lirismo, sensibilidade ao tratar de temas como a eterna luta entre a liberdade e a tradição de costumes.
O romance Lavoura Arcaica estreou no cinema com o título original do livro em 2001, pelo roteirista, diretor e produtor Luiz Fernando Carvalho que define o filme, " é para aqueles que têm feridas na alma e esses vão se reconhecer ali". Feito um comparativo do filme ao romance, nada deixou a desejar, uma vez que o autor soube captar a essência e trajetória intimista das personagens. Usou belíssima fotografia e não fugiu ao texto original. Fica aqui uma das cenas do filme...Imperdível!

Se Raduan Nassar refugiou-se em suas lavouras, ou foge ao cotidiano literário, isso é algo que só a alma do autor sabe ou tenta entender. Para nós fica em Lavoura Arcaica, uma obra prima, um clássico da prosa em que a linguagem alcança lugares inexplorados da nossa mente em que o psicológico transcende ao lógico!


Debut dos Alunos do 8 ANO


Olá, amiguinhos, tudo bem? Hoje venho anunciar o debut dos trabalhos dos alunos do 8 ANO. Haverá textos em verso e prosa. Estreamos com 2 poemas, inclusive tem aqui um post só para os trabalhos do 8 Ano, legal hein? Enviem seus textos para pingobentinho@gmail.com
Bom Fim de Semana!


sexta-feira, 6 de maio de 2011

Passeio com Natureza e Gastronomia

Olá, visitantes do blog, lembrando que as dicas de passeio e viagem partem de Blumenau e região. O que não impede que visitantes de outros locais aproveitem essas dicas para se programarem. Hoje a dica é uma cidade conhecida como a mais “alemã” do Brasil, Pomerode. Já ouvi comentários de alemães que visitaram e, segundo eles, disseram que é a cidade mais “alemã” do que as próprias cidades da Alemanha
É muito legal verificar a cultura alemã implantada no local, em quase todos os comércios você é atendido por pessoas que falam o português carregado com sotaque alemão. A ideia é que, em um fim de semana de sol, nesta época de outono, pela manhã pegar a BR-470, como já comentei que nos finais de semana é uma rodovia tranquila. Ao sair de Blumenau você irá andar uns 3 kms e pegará um trevo de acesso à rodovia SC-418, esta serve de caminho para Pomerode, e em 35 minutos você já está no seu destino.


Em Pomerode você não pode deixar de visitar o maior zoológico de Santa Catarina, http://www.pomerzoo.org.br/default.asp, embora eu, particularmente, não goste da ideia de ver os animais ali trancados, mas por outro lado, lembro que a maioria são animais apreendidos em circos, maltratados, trancafiados em lares por pessoas que acham "exótico" ter um animal raro ou diferente, que também acabam sendo vítimas dos donos. Lembro ainda que é no zoo que se encontram espécies em extinção e que em cativeiro há possibilidades de salvá-las. O zoo foi fundado em 1932, sendo o primeiro do sul do Brasil.Nele, atualmente, vivem mais de 230 espécies, totalizando mais de 1.300 animais.





Recentemente foi feita uma reforma no zoo, e ele está muito organizado e bonito. Por trás dos cenários do zoo, há muitos profissionais que estudam e tratam os animais como os veterinários e biólogos e outros que cuidam da limpeza,  organização e da  administração, etc. Não esqueça: leve uma câmera, nem que seja do seu celular, pois muitas situações engraçadas e inesperadas com os bichinhos acontecem, e com certeza você vai querer filmar tudo. O zoo possui lojinha para lembranças, lanchonete, serviço de fotografia e cantinho para crianças. Diversão garantida e um belo passeio.




Para o almoço deixo duas dicas: a primeira é do melhor restaurante típico de Pomerode, e olha que não ganho nada pra isso, o Wunderwald, http://www.wunderwald.com.br/, você pode até pegar uma fila básica, mas vale cada minuto na fila. Qualquer prato que você pedir é 10. E o atendimento é 1.000. Os preços são de um restaurante de qualidade e justos.



A segunda é um “brunch”, um café com almoço, que também é delicioso. O café colonial da confeitaria Torten Paradies é uma boa pedida para quem também quer comer bem e gastar um pouco menos. Inicia às 11:00hs da manhã com tortas, doces e salgados típicos da região.



Para fazer a digestão uma caminhada pelo centro charmoso da cidade, sem dúvida é um ótimo passeio.
Um abraço a todos e até a próxima!
Giovani Puff

domingo, 1 de maio de 2011

Wild Word - Música e Letra

A primeira vez que ouvi Cat Stevens, foi a música Wild Word, do álbum Tea for the Tillerman. Adorei a voz suave e os acordes do violão que ecoavam em um estilo folk rock desse músico londrino que teve seu ápice nas décadas de 60 e 70, vendendo 40 milhões de álbuns, sabe o que é isso?, [Em 1978 sai de cena por vários fatores, diria que o melhor foi ele ter virado um filantropo, ou algo do gênero]. Tea for the Tillermann é considerado o álbum mais sólido e importante, inclusive foi eleito pela Revista Rolling Stones como o Melhor Álbum de Todos os Tempos na colocação 206º. Não fosse isso, quer mais?, O Rock and Roll Hall of Fame o listou entre os 200 álbuns definitivos, ou seja, uma lista dos melhores álbuns produzidos por bandas ou artistas mundiais. Paro aqui.
Vamos acompanhar Música e Letra com a banda Mr. Big na regravação de Wild Word.


Mas, alto lá, não estávamos falando de Cat Stevens?, e do álbum Tea for the Tillerman?, eis aqui a capa!, uma graça, não é?


E pra quem não viu o homem ao vivo, fica um registro aqui do pai da Letra em voz e violão, - Cat Stevens!

Mensagem do Pingo Bentinho ao Leitor



Oi, amigos, hoje é minha primeira mensagem no blog....mas, repararam como mudei meu visual? Sim, eu  me preparei para a cerimônia dos noivos ingleses, fiquei estilo black tie porque a ocasião exigia, mas voltando à mensagem que quero repassar aos leitores.
Será aberto um post para que os leitores possam interagir com o blog. Os interessados em participar podem enviar um texto em prosa ou em verso. Os textos podem ser de ficção ou mesmo fatos que o leitor queira dividir aqui. Textos de sites devem ter o link ou uma fonte. Todos podem enviar para pingobentinho@gmail.com 
Espero seus textos e comentários...Aguardem meus próximos posts e Boa Semana!